Relatos | Ovni em Monte Verde-MG

Meu nome é luciano e vou relatar um fato ocorrido comigo e com um amigo cético há cerca de dez anos atras em uma cidadezinha no sul de MG chamada Monte Verde.Chegamos por volta das 19 horas e fomos para um pousada , tomei meu banho e enquanto ele tomava o dele eu fui pra sacada ver o céu estrelado e ali vi duas esferas brincalhonas que bem devagar se moviam para cima e para baixo para esquerda e para direira tipo brincando no céu e foi aí que chamei meu amigo para ver estas esferas e elas foram sumindo lentamente e foi ai que tive a ideia de segui-las.

Meu amigo não gostou da ideia porém veio comigo na estradinha de terra seguindo estas esferas que iam sumindo no capim alto e a gente ia entrando no capim e andando a os abaixando com as mãos, eu na frente gritando e pedindo para descerem , fazerem contato e ele atras rindo e dizendo vamos embora luciano tá doido vamos embora isso não é nada .

Enquanto as seguiamos elas começaram a soltar luzes bem fininhas tipo risquinhos azuis e ora vermelhos e algo me intrigava e eu ia gritando e acenando com as mãos Desçam se mostrem e meu amigo me xingando a certa altura até que elas sumiram novamente e tivemos que subir um barranco de uns 5 metros e pasmem meus queridos a hora em que subimos este barranco tudo estava escuro e só viamos pela claridade da Lua a gente parou as duas esferas se uniram em uma so e desceram no topo de uma serra bem a nossa frente e quando esta esferona chegou no topo ela se abriu num feixe de luzes de uns 200 m e ali começou a girar luzes intermitantemente laranja, amarelo, vermelho, verde, azul e girava , girava e onde estávamos se iluminou a ponte de ver a minha propria sombra e sabe onde estas luzes nos guiaram??? no campo de pouso de avioes de pequeno porte de monte verde sendo que nunca haviamos ido nesta cidade eu pode observar que estavamos num terrao e meu amigo vendo estas luzes enormes girando girando saiu correndo e literalmente rolou o barranco abaixo e eu olhando por uns 5 segundos sozinho sai correndo rolando barranco abaixo tbm e correndo pela estradinha de terra eu e ele sem olhar pra tras até chegarmos na pousada, o cara se trancou no chalé e eu ainda saí a noite na praça e quando chego por volta das 4 da manhã no chalé meu amigo estava sentado na cama chorando e gritava eu não vi isso, eles existem kct, eles existemmmmmmmmmmmmmm!!!! e quando foi seis da mabhã ele pegou sua mala e foi embora pra rodoviaria indo embora da cidade não ficando lá nem 24 horas e eu nunca mais o vi na minha vida.

tento procura-lo em meios virtuais pois mudei da cidade que moravamos mas não o encontro e pessoas da cidade que eu morava quando pergunto dele dizem que o cara ficou meio xarope, kkkk .

Bom amigos esta é minha historia de vida e que hoje através de muito estudo e leitura sei que o que vi foi um ovni pois já vi relatos identicos ao meu sobre as luzes e sei muito bem diferenciar um balão, um avião do que vi.

 

– Luciano –

2 Comentários

  1. Me chamo Marcelo, hoje tenho 50 Anos de idade e moro no exterior.
    Gostaria tambem de relatar um fato ocorrido na cidade de Monte Alegre no estado do Pará em 1976.
    Tinha completado 8 anos de idade quando meu pai me levou pra caçar pela primeira vez; Atravessamos o campo do aeroporto e entramos na floresta, isso deve ter sido por volta de uma da tarde pois com certeza foi depois do Almoço.
    Me lembro que logo depois de ter caçado um pássaro enquanto a gente caminhava, encontramos uma pessoa deitada embaixo de uma arvore; Assim que passamos por ele, esse se sentou, sorriu e gesticulou me chamando.
    O que era extranho era que essa pessoa tinha os olhos puxados, cabelos negros e vestia-se de branco dos pés à cabeça como um uniforme, tendo este ao Seu lado um objeto de forma oval.
    Me lembro do meu pai me dizer pra não olhar e seguir adiante; logo em seguida encontramos uma clareira completamente redonda e nos perdemos.
    Me lembro essa pessoa nos seguindo, me lembro do meu pai falando com essa pessoa, me lembro escureçer e ver as luzes da cidade por de cima da floresta então voltamos pra casa ao cair da noite.
    Dias depois eu brincava de football em frente da minha casa com a criançada quando um dos garotos parou a bola e apontou pra para um extranho objeto cilindrico que suavemente voava alguns metros acima da floresta na mesmo direção em que estive com o meu pai nos dias anteriores.
    O que hoje eu posso calcular, esse objeto seria aproximadamente 100m longo, tinha forma de charuto, não tinha asas, era metálico pois refletia o sol, não emitia som e não produzia fumaça.
    Até hoje me pergunto o que é que foi que aconteceu depois que eu e meu pai nos perdemos pois não consigo me lembrar.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*